Resultado da auditoria às dívidas de Moçambique deverá ser divulgado a 28 de Abril

27 March 2017

A Kroll Associates UK recebeu um segundo adiamento de quatro semanas para concluir a auditoria aos empréstimos contraídos por três empresas públicas de Moçambique com o aval do Estado, anunciou a Procuradoria-Geral da República (PGR) em comunicado sexta-feira divulgado em Maputo.

A empresa foi contratada pela PGR para efectuar uma auditoria aos empréstimos contraídos pela Empresa Moçambicana do Atum (Ematum), Proindicus e Moçambique Asset Management (MAM), no valor conjunto de mais de 2000 milhões de dólares, tendo recebido inicialmente um prazo de 90 dias, que expirou em finais de Fevereiro passado.

O comunicado divulgado informa que a Kroll apresentou há dias um relatório, descrevendo os progressos alcançados, as perspectivas para a conclusão do processo de análise da informação coligida e a elaboração do relatório final tendo, para o efeito, solicitado, mais uma vez, a extensão do prazo por um período adicional de quatro semanas.

A PGR adianta na nota que após a análise dos fundamentos apresentados e na expectativa de um final consolidado, em colaboração com a entidade que suporta os custos da auditoria – a Suécia – e o Fundo Monetário Internacional, anuiu ao pedido formulado, fixando, como nova data para a entrega do relatório final, o dia 28 de Abril de 2017.

A auditoria tem por objectivo verificar a existência de infracções de natureza criminal, entre outras, no processo da constituição, financiamento e funcionamento das referidas empresas. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH