Chefe do Executivo quer mais sinergias entre Uma Faixa e Uma Rota e a plataforma de Macau

O Chefe do Executivo de Macau, Chui Sai On, disse terça-feira ser necessário adoptar uma estratégia de actuação combinada da iniciativa chinesa Uma Faixa e uma Rota com a Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

 

Chui Sai On referiu a necessidade de se aproveitarem as vantagens do grande número de chineses regressados e os laços estreitos mantidos com os países de língua portuguesa e com os do Sudeste Asiático para uma maior sinergia entre os dois projectos.

 

A necessidade de impulsionar com maior dinamismo a construção da “Plataforma de Serviços”, com vista a aproveitar da melhor forma as medidas de apoio concedidas pelo governo central da China, foi igualmente referida no encontro que reuniu as entidades que integram a Comissão para o Desenvolvimento da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa”

 

O Chefe do Executivo disse ainda que vai ser reforçada a colaboração interdepartamental com o objectivo de uma melhor utilização do apoio concedido pela China e anunciado em Outubro passado durante a 5.ª Conferência Ministerial do Fórum de Macau que teve a presença do primeiro-ministro chinês Li Keqiang.

 

No encontro, Chui disse igualmente que estão em curso os trabalhos para o estabelecimento em Macau da sede do “Fundo da Cooperação para o Desenvolvimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, a construção do “Complexo de Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa” e a criação da “Federação Empresarial da China e dos Países de Língua Portuguesa.” (Macauhub)

 

MACAUHUB FRENCH