Reflorestação de duas províncias de Moçambique custa 47 milhões de dólares

19 April 2017

O programa de reflorestação das províncias da Zambézia e Cabo Delgado, localizada nas regiões centro e norte de Moçambique, respectivamente, vai custar 47 milhões de dólares, anunciou terça-feira em Maputo o porta-voz do governo.

 

Mouzinho Saíde disse no final da reunião do Conselho de Ministros que o programa de reflorestação daquelas duas províncias está inserido no Programa Nacional de Desenvolvimento Sustentável, bem como do “Floresta em Pé”, o maior projecto florestal em Moçambique.

 

O projecto Floresta em Pé é o principal programa da Direcção Nacional de Florestas, entidade tutelada pelo Ministério de Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, estando assente em cinco ideias-chave, conservação e valorização das florestas, sustentabilidade financeira das actividades florestais, formação, transparência e acesso à informação e mitigação das alterações climáticas.

 

A floresta cobre aproximadamente 70% da superfície total do país, cerca de 40,1 milhões de hectares, sendo 26,9 milhões de hectares florestas produtoras de madeira e 13,2 milhões de hectares áreas de conservação.

(Macauhub)

MACAUHUB FRENCH