Conglomerado estatal CMG negocia compra de terminal de contentores no Brasil

19 April 2017

O conglomerado estatal China Merchants Group (CMG) Ltd está a negociar a aquisição da participação de 50% detida pela sociedade de investimento Advent International Corp na TCP, a empresa que gere o terminal de contentores de Paranaguá, no estado do Paraná, escreveu recentemente o jornal O Estado de São Paulo.

 

O jornal escreveu ainda que as negociações com o conglomerado chinês ganharam um novo alento após as conversações sobre o mesmo assunto com o grupo DP World, do Dubai, terem deparado com dificuldades.

 

A agência financeira Reuters noticiou em Agosto de 2016 que a Advent International Corp tinha contratado o banco de investimento Morgan Stanley & Co e o Grupo BTG Pactual, do Brasil, para vender a participação na PTG.

 

O preço pedido pela Advent International para se desfazer da participação na TCP era, de acordo com fontes citadas pela agência, de 3,5 mil milhões de reais (1,1 mil milhões de dólares).

 

O grupo DP World está actualmente envolvido em negociações para comprar a participação do grupo Odebrecht no terminal de contentores do porto de Santos, o maior da América Latina, de acordo com o Estado de São Paulo.

 

O grupo Odebrecht tem estado a vender activos e a proceder à reestruturação do passivo na sequência do envolvimento no maior escândalo de corrupção no Brasil.

 

A TCP, empresa criada em 1998 para concorrer ao leilão realizado pelo governo do estado do Paraná para atribuir a concessão do terminal de contentores do porto de Paranaguá, o segundo maior do Brasil, administra este terminal e a empresa de logística TCP Log.

 

O China Merchants Group é um conglomerado estatal com sede em Hong Kong que no final de 2015 dispunha de activos totais no montante de 901,1 mil milhões de yuans e de activos sob gestão no valor de 6,5 biliões de yuans. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH