China doa 146 milhões de dólares para construção de infra-estruturas em São Tomé e Príncipe

A República Popular da China vai doar a São Tomé e Príncipe uma verba de 146 milhões de dólares a ser aplicada na construção de infra-estruturas, ao abrigo da cooperação económica bilateral, anunciou terça-feira em São Tomé o primeiro-ministro Patrice Trovoada.

 

O primeiro-ministro adiantou que a doação visa apoiar São Tomé e Príncipe na construção de projectos infra-estruturais, tendo dado como exemplos as obras de modernização do aeroporto internacional de São Tomé e a construção de um porto de águas profundas.

 

“O aeroporto é fundamental para o desenvolvimento de São Tomé e Príncipe”, disse Patrice Trovoada, que anunciou o interesse da China de participar em projectos que visam “desenvolver a economia são-tomense” ao abrigo dos acordos rubricados recentemente em Pequim.

 

Trovoada referiu-se também à necessidade de expandir as instalações do aeroporto local para poder receber aviões de grande porte da China, na sequência do acordo entre os dois países que visa “transformar o arquipélago num dos destinos turístico dos chineses.”

 

Além da verba a ser doada, o primeiro-ministro disse que a cooperação económica com China inclui a concessão de empréstimos por abertura de linhas de crédito em condições preferenciais para as empresas públicas e privadas de São Tomé e Príncipe.

 

“Pretendemos também incentivar e encorajar o sector privado chinês a investir no turismo, energias renováveis, no comércio e nas infra-estruturas”, disse Trovoada, que acrescentou que uma equipa chinesa deverá chegar dentro dias a São Tomé e Príncipe para a realização de um estudo sobre o turismo no país.

 

Além de ter anunciado que a China decidiu perdoar uma dívida antiga de 28 milhões de dólares, Patrice Trovoada disse também que a China disponibilizou ainda duas centenas de estágios anuais e bolsas de estudos para alunos e quadros de São Tomé e Príncipe.

 

São Tomé e Príncipe e a República Popular da China assinaram há oito dias em Pequim um Programa Geral de Cooperação e vários acordos sectoriais na sequência da visita do primeiro-ministro são-tomense a Pequim após o restabelecimento em Dezembro de 2016 de relações diplomáticas bilaterais (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH