Grupo Alibaba pretende iniciar este ano concessão de crédito no Brasil

28 April 2017

O grupo chinês de comércio electrónico Alibaba pretende iniciar este ano a concessão de crédito no Brasil, de acordo com declarações do fundador e presidente executivo Jack Ma, citadas pelo jornal brasileiro O Estado de São Paulo.

 

Numa intervenção que teve lugar nas instalações da Organização das Nações Unidas em Genebra, Suíça, Ma não especificou de que forma pretende entrar no mercado de crédito no Brasil dizendo apenas “queremos investir em comércio electrónico, logística e financiamento.”

 

O grupo Alibaba que dispõe no Brasil, mercado onde entrou em 2014, do sítio AliExpress.com voltado para o retalho e o Alibaba.com voltado para as vendas por grosso, chegou a ter 2,5 milhões de utilizadores registados.

 

O jornal de São Paulo escreveu que o grupo enfrentou, no entanto, desafios no mercado brasileiro, muito em particular os relacionados com a fiscalização do comércio de artigos falsificados e também pela logística difícil, que fazia com que algumas entregas demorassem até três meses para chegar aos consumidores.

 

Na China, o grupo criou o “e-Credit Line”, uma linha de crédito lançada em conjunto com o Banco da China e a Sinosure (China Export & Credit Insurance Corporation) destinada a financiar compras no sítio até ao máximo de cinco mil dólares e ainda a Ant Financial, empresa do grupo voltada para o microcrédito, empréstimos a pequenas empresas e pagamentos electrónicos. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH