Castanha de caju rende 120 milhões de dólares aos produtores de Moçambique

18 May 2017

A comercialização das 137 mil toneladas de caju colhidas na campanha 2016/2017 rendeu aos produtores de Moçambique cerca de 7,4 mil milhões de meticais (120 milhões de dólares), anunciou terça-feira em Maputo o porta-voz do Conselho de Ministros.

O porta-voz e vice-ministro da Saúde, Mouzinho Saíde, acrescentou que as 100 mil toneladas colhidas na campanha 2015/2016 renderam aos produtores 23,1 milhões de dólares.

Saíde disse que o subsector do caju proporciona trabalho e rendimento a mais de 1,4 milhões de famílias em todo o país, sendo que a castanha em bruto é exportada para a Índia e Vietname e depois de descascada para os Estados Unidos.

As províncias centrais da Zambézia e Manica, meridionais de Inhambane e Gaza e a nortenha de Nampula são aquelas onde a produção de castanha de caju é mais elevada, sendo a actividade desenvolvida fundamentalmente por produtores familiares.

A Aliança Africana do Caju informou recentemente que Moçambique praticamente duplicou a produção de castanha no decurso da década passada, com os agricultores do país a produzirem cerca de metade da produção mundial. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH