Banco de Poupança e Crédito de Angola fecha 2016 com prejuízo de 177 milhões de dólares

2 June 2017

A necessidade de constituir provisões para cobrir imparidades fez com que o estatal angolano Banco de Poupança e Crédito (BPC) tenha registado um prejuízo de 29,5 mil milhões de kwanzas (177 milhões de dólares) em 2016, de acordo com o relatório e contas da instituição.

O documento refere ter o conselho de administração decidido constituir provisões no montante de 72,7 mil milhões de kwanzas (436 milhões de dólares), a fim de limpar o balança de créditos de cobrança duvidosa e de proceder ao saneamento “em definitivo” da carteira de crédito.

O BPC, o maior banco de Angola e actualmente em processo de reestruturação devido à elevada carteira de crédito malparado, conseguiu no entanto aumentar a carteira de depósitos em 12,1%, tendo os accionistas procedido ao reforço dos fundos próprios, que cresceram 26,9%.

O Banco de Poupança e Crédito é detido pelo Estado, com 75% do capital social, pelo Instituto Nacional de Segurança Social (15%) e a Caixa da Segurança Social das Forças Armadas, com os restantes 10%. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH