Angola inicia venda de habitações em projectos do Estado

8 June 2017

A venda de habitações nos projectos do Estado sob gestão da Imogestin fica reservada a pessoas de nacionalidade angolana, maiores de idade, que procedam a descontos para a Segurança Social e que nunca tenham comprado ou arrendado casa ao Estado, de acordo com as condições de acesso anunciadas pela imobiliária.

A Empresa de Gestão Imobiliária (Imogestin) anunciou quarta-feira em Luanda ter disponível para comercialização em todo o país mais de 26 mil habitações nos diversos projectos do Estado, devendo os interessados apresentar as respectivas candidaturas a partir da última semana de Junho corrente.

A Imogestin procedeu igualmente ao lançamento do portal de consulta http://www.imocandidaturas.co.ao, que visa facilitar o processo de apresentação de candidaturas à aquisição de uma residência e conferir maior transparência ao processo.

O portal lançado servirá apenas para a modalidade de “Venda Público Livre”, regime destinado a qualquer cidadão nacional que seja elegível nos termos dos critérios que constam do portal e que poderá candidatar-se à aquisição de uma habitação nos projectos habitacionais sob gestão da Imogestin.

Os preços das habitações são fixados em kwanzas, tendo como referencia o seu valor inicial equivalente em dólares, com base na taxa de câmbio do Banco Nacional de Angola, variando entre 140 mil dólares para um apartamento T5+1 na província da Lunda Norte ou um apartamento T4 em Luanda e 30 mil dólares para um apartamento T3 na província do Bengo.

A Imogestin é uma empresa dedicada ao negócio da promoção, mediação e gestão de empreendimentos imobiliários, estando envolvida nos projectos habitacionais do Estado por intermédio do Fundo de Activos para o Desenvolvimento Habitacional (FADEH). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH