Grupo chinês CITIC analisa novos investimentos em Angola

8 June 2017

A construção de uma siderurgia na província da Huíla e a produção de sementes agrícolas vão ser os próximos investimentos da CITIC Construction em Angola, subsidiária do grupo chinês com sede em Pequim CITIC, disse o vice-presidente e director-geral da divisão África da empresa.

Hu Ping disse ainda à agência noticiosa Angop, à margem de uma visita organizada pela Câmara de Comércio Angola – China a empreendimentos, nomeadamente imobiliários, construídos em Angola pela empresa, que o projecto mais avançado diz respeito à produção de sementes agrícolas.

O vice-presidente da CITIC Construction adiantou que relativamente à construção de uma fábrica para a produção de aço estão a ser efectuados estudos de viabilidade económica e, em simultâneo, a ser mantidos contactos com o Ministério da Geologia e Minas, que neste caso funciona como o da tutela.

A empresa, que já investiu numa fábrica de produção de perfis de alumínio no Pólo Industrial de Viana, arredores de Luanda, foi a seleccionada pelo governo de Angola para construir o projecto habitacional de Kilamba, tendo concluído já a primeira fase e estando actualmente a infra-estruturar os terrenos relativos à segunda fase.

A deslocação organizada pela Câmara de Comércio Angola – China incluiu a visita ao projecto habitacional “Zango 8000 Red”, situado no município de Viana, com metade das 8000 habitações previstas a serem entregues ao governo angolano em Julho próximo.

Este projecto tem um custo orçado em 1200 milhões de dólares, ocupa uma área de 416 hectares, sendo que a área já construída ocupa actualmente 100 hectares, com prédios até três pisos e vivendas, em tipologias T2, T3 e T4. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH