Porto de Tibar começa a ser construído em Timor-Leste

15 June 2017

As obras de construção do porto de Tibar, a ocidente da Dili, capital de Timor-Leste, a cargo da Bolloré Ports, uma divisão do grupo francês Bolloré Transport & Logistics, tiveram quarta-feira o seu lançamento formal.

Xanana Gusmão, ministro do Planeamento e Investimento Estratégico, destacou na cerimónia a importância do investimento privado no desenvolvimento de Timor-Leste, defendendo a opção do modelo de parcerias público-privadas, de acordo com a agência noticiosa Lusa.

O início deste projecto, com um custo estimado em 490 milhões de dólares, ocorreu praticamente um ano depois de o governo e o grupo Bolloré Transport & Logistics terem assinado o contracto que engloba o desenho, construção e operação do porto de Tibar.

O porto terá um cais de acostagem com 630 metros e 15 metros de profundidade, uma zona de armazenamento de contentores com 27 hectares e equipamentos modernos, caso de dois guindastes “do navio para terra” e mais cinco guindastes com rodas de borracha.

A Bolloré Ports foi a empresa seleccionada em concurso público para realizar este projecto, ao abrigo da primeira parceria público-privada de Timor-Leste e de um contracto de concessão válido por 30 anos.

A parceria público-privada envolve um investimento inicial de 148,85 milhões de dólares dos parceiros privados e de 129,45 milhões de dólares do governo, devendo a Bolloré Port investir mais 211,7 milhões de dólares durante os anos de vida da concessão.

Localizado a cerca de 10 quilómetros a oeste de Dili, na baía de Tibar, o projecto contou com a participação da Corporação Financeira Internacional, a instituição do grupo Banco Mundial para o sector privado, que funcionou como conselheira na criação do modelo de parcerias público-privadas. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH