Presidente de Moçambique considera que projecto de gás da Anadarko está bem encaminhado

16 June 2017

O Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, disse esperar que, até final do ano, sejam tomadas decisões para o grupo petrolífero norte-americano Anadarko Petroleum iniciar o projecto de exploração de gás natural na bacia do Rovuma, no norte do país.

O chefe de Estado falava no final de uma reunião em Washington com o presidente do grupo, Al Walker, citado pela Agência de Informação de Moçambique (AIM).

A relativa demora que se regista no investimento da Anadarko, segundo Nyusi, tem a ver com o facto de envolver muitos intervenientes e de haver necessidade de acautelar os interesses das partes envolvidas.

“Nós, governo, não estamos sossegados quando as coisas não acontecem. E têm que acontecer com a maior celeridade, mas de forma cautelosa” para evitar erros do passado, referiu.

Al Walker disse aos jornalistas que havia um conjunto de questões de carácter legal por resolver, manifestando-se optimista na sua resolução o mais cedo possível.

A italiana Eni, anunciou no início do mês o início da fase de desenvolvimento do projecto Coral Sul de produção de gás natural liquefeito também na bacia do Rovuma, norte de Moçambique, prevendo o início de laboração para 2022.

A Anadarko e a Eni são as duas grandes empresas de petróleo a operarem na bacia do Rovuma, no norte de Moçambique. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH