Cimenfort de Angola inaugura forno para a produção de clinquer

20 June 2017

A entrada em funcionamento do primeiro forno para a produção de clinquer vai fazer com que a Cimenfort deixe de ter necessidade de importar o produto, o que se verifica desde a inauguração da fábrica de cimento em 2012, disse segunda-feira na Catumbela, província de Benguela, a ministra da Indústria de Angola Bernarda Martins.

Segundo a agência Angop, Paul Marcius Ang, director-geral da Cimenfort, indicou que a segunda fase, agora inaugurada, em que foram aplicados 30 milhões de dólares, possibilita duplicar a actual capacidade de produção instalada de 700 mil toneladas/ano, o equivalente a 28 milhões de sacos de cimento/ano, para 1,4 milhões de toneladas.

Informou que a fábrica foi concebida para três fases, sendo a primeira para produzir 700 mil toneladas, inaugurada a 22 de Agosto de 2012, a segunda destinada a aumentar a capacidade de produção para o dobro (1,4 milhões toneladas que começou segunda-feira) e a terceira e última a de montagem da moagem do clinquer, cujo processo de fornecimento de equipamentos pode estender-se até 2019.

Paul Ang adiantou estar Angola actualmente em condições de começar a exportar cimento, tendo em atenção que o país tem uma capacidade instalada de oito milhões de toneladas, contra uma necessidade de consumo anual de seis milhões de toneladas. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH