FMI inicia nova missão de avaliação da economia de Cabo Verde

21 June 2017

Uma missão do Fundo Monetário Internacional iniciou terça-feira os primeiros contactos da missão anual de avaliação a Cabo Verde, ao abrigo do Artigo IV, de acordo com informação divulgada pelo governo do arquipélago.

A equipa de técnicos, que esteve já reunida com o ministro das Finanças, Olavo Correia, manterá encontros de trabalho com o banco central, com representantes de empresas públicas como a Eletra (água e electricidade) e TACV (transportes aéreos), bem como com organizações como a agência de promoção do investimento Cabo Verde TradeInvest, a Imobiliária Fundiária e Habitat ou o Instituto Nacional de Estatística.

A equipa deverá regressar em Setembro para encerrar a avaliação e elaborar o relatório final, estando previsto que nesta visita seja também analisada a assistência técnica prestada pelo FMI a Cabo Verde.

No relatório final da missão de 2016, os técnicos do FMI previram para este ano um crescimento do Produto Interno Bruto de 3,7%, assinalando o início da recuperação económica, embora tenham salientado que o país está vulnerável a choques externos e que a sua dívida pública é elevada.

No Relatório de Política Monetária divulgado em Abril, o Banco de Cabo Verde previu para o ano em curso um crescimento económico no intervalo compreendido entre 3,0% e 4,0%, depois de em 2016 se ter situado em 3,9%. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH