EIU antecipa crescimento médio de 7,8% para Macau em 2017/2018

22 June 2017

A economia de Macau deverá crescer a uma taxa média real de 7,8% este ano e em 2018, impulsionada pela recuperação registada nas exportações de serviços, particularmente as relacionadas com os jogos de fortuna e azar, de acordo com o mais recente relatório da Economist Intelligence Unit (EIU).

A EIU, ao desagregar pelos dois anos em análise o crescimento médio da economia de Macau, antecipa para 2017 uma taxa real de 10,3% e para 2018 uma de 5,3%, igualmente real.

De recordar que Macau registou uma contracção económica violenta em 2015, com o Produto Interno Bruto a quebrar 21,5%, que foi seguida no ano seguinte por uma variação igualmente negativa mas já mais moderada, de 2,1%.

Tendo por base a previsão de crescimento económico, a EIU antecipa um aumento do consumo das famílias, que não consubstancia em termos numéricos.

Uma das áreas em que o consumo das famílias deverá aumentar será na habitação, em que os preços voltaram a subir depois de terem caído na sequência da contracção económica sentida.

Também o consumo público deverá registar tendência semelhante, neste caso devido ao aumento das receitas fiscais, dizendo os analistas da EIU que Macau vai continuar a contabilizar excedentes orçamentais significativos, equivalentes em média a 7,1% do Produto Interno Bruto.

O documento adianta ser praticamente impossível que os impostos aplicados sobre as receitas do jogo venham a ser revistos em baixa no decurso dos dois próximos anos, recordando que entre impostos directos (35%) e indirectos os concessionários paguem em Macau cerca de 40%, taxa mais elevada do que a aplicada em Las Vegas, por exemplo.

A EIU adianta que a economia de Macau mantém-se muito vulnerável a choques, devido ao facto de estar centrada praticamente num único sector, o do jogo, e recorda as afirmações de membros do governo central no sentido da diversificação.

Devido à campanha anticorrupção em vigor na China, bem como à concorrência acrescida por parte de casinos inaugurados em diversos pontos da Ásia, o documento agora obtido pela Macauhub prevê que as receitas do jogo deverão manter a tendência de crescimento, embora sem regressarem aos valores elevados obtidos em anos anteriores.

A formação bruta de capital fixo, ou investimento, deverá este ano contrair-se 8,0% antes de crescer a um valor modesto de 0,5% em 2018, atendendo a que os principais empreendimentos hoteleiros estão em conclusão, não havendo novos projectos no horizonte em análise. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH