Linha de transporte de energia eléctrica liga Moçambique ao Malaui

28 June 2017

Uma linha de transporte de energia eléctrica ligando Moçambique e o Malaui poderá começar a ser construída em 2018, ao abrigo de um projecto antigo de 19 anos que está actualmente orçado em 120 milhões de dólares, noticiou a imprensa moçambicana.

O projecto que data de 1998 e que interessa aos governos actuais de ambos os países, de acordo com o jornal O País, foi alvo de um estudo de viabilidade económica, cujas conclusões foram terça-feira apresentadas em Maputo.

O primeiro memorando assinado entre os dois países relativo à interligação dos respectivos sistemas eléctricos foi assinado naquela data mas, desde então, mudanças nos governos do Malaui adiaram a sua execução.

Presentes na sessão quadros do Ministério dos Recursos Minerais e Energia e da Electricidade de Moçambique e uma delegação do Malaui composta por quadros superiores dos ministérios da Energia e das Finanças, da Escom – empresa responsável pela produção e distribuição de energia no país – e o embaixador de Moçambique naquele país.

A linha de alta tensão com capacidade para transportar 200 megawatts de energia eléctrica, quantidade suficiente para abastecer todo o Malaui, terá uma extensão de 218 quilómetros, ficando 140 quilómetros à responsabilidade de Moçambique e os restantes 78 quilómetros à do Malaui.

Mateus Magala, presidente da Electricidade de Moçambique, disse na ocasião esperar que o financiamento do projecto fique concluído dentro de três anos e que a construção da linha levará três anos, sendo a maior parte da energia a exportar produzida no aproveitamento hidroeléctrico de Cahora Bassa. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH