GK Ancuabe Graphite Mine inicia extracção e processamento de grafite em Moçambique

29 June 2017

A GK Ancuabe Graphite Mine, subsidiária da empresa alemã AMG Graphit Kropfmuehl GmbH, investiu 12 milhões de euros na recuperação e expansão da mina e da unidade de processamento de grafite de Ancuabe, cujo início de actividade contou quarta-feira com a presença do Presidente de Moçambique.

A unidade associada à mina tem capacidade para processar 9000 toneladas de grafite por ano, sendo que o produto resultante terá como destino o mercado da Alemanha, de acordo com informações prestadas pelo director-geral adjunto da empresa, Geert Klok.

A mina fica localizada no distrito de Ancuabe, província de Cabo Delgado, conhecida por conter depósitos de grafite de grande dimensão e qualidade, sendo a GK Ancuabe Graphite Mine a primeira empresa mineira a extrair e a processar grafite em Moçambique.

Presente na cerimónia, o embaixador da Alemanha em Moçambique, Detlev Wolter, garantiu ir continuar a procurar mobilizar mais investimentos para Moçambique.

A AMG Graphit Kropfmuehl GmbH adquiriu os direitos de exploração da mina de Ancuabe na sequência de um concurso público internacional realizado em 2012.

Os activos da AMG Graphit Kropfmuehl GmbH em Moçambique incluem a concessão mineira a que está adstrita a fábrica de processamento de grafite em Ancuabe e uma licença de prospecção em Nipacué, onde existe um depósito de grafite com reservas estimadas em 900 mil toneladas. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH