Italianos investem na reparação naval e conservas de peixe em Angola

29 June 2017

Um grupo de empresários italianos vai investir na construção de um estaleiro naval para montagem e reparação de embarcações de pesca no município do Soyo, província do Zaire, disse quarta-feira naquela cidade o director da empresa italiana Ac Enterprises.

Orazio Omata disse ainda à agência noticiosa Angop que o investimento a ser efectuado sê-lo-á em parceria com a empresa angolana Pele Angola.

O empresário adiantou que um estaleiro naval é um projecto de importância capital, dado permitir montar e reparar embarcações pesqueiras para operarem na região e permitir o relançamento do sector pesqueiro na província.

Em paralelo ao estaleiro naval, vai começar a ser construída em Agosto próximo no pólo industrial daquela cidade uma fábrica para o processamento de pescado, para produzir filetes de peixe em conserva.

O projecto, uma parceria entre empresários nacionais e italianos, será implantado numa área de cinco mil metros quadrados, devendo os materiais para a sua construção, bem como os equipamentos, chegar ao Soyo ainda este mês provenientes de Itália.

O director da Pele Angola, Joaquim Alberto, disse que a fábrica de conservas deverá começar a fornecer o mercado interno com filetes de peixe até Fevereiro de 2018, “após o que vamos começar a pensar na exportação do produto.” (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH