FIDA apoia desenvolvimento agrícola de Moçambique

7 July 2017

O Fundo Internacional para Desenvolvimento Agrícola (FIDA) vai aplicar cerca de 150 milhões de dólares no sector em Moçambique, uma soma que deverá ser desembolsada ao longo do próximo quinquénio, com início em 2018, disse quinta-feira em Maputo o representante da instituição no país.

O valor destina-se a apoiar os pequenos agricultores, bem como a aquacultura, disse Robson Mutandi, minutos antes da reunião de revisão do desempenho da carteira de projectos do governo financiados por aquela organização internacional.

Na reunião, em que participaram representantes do Banco de Moçambique, dos ministérios da Agricultura e Segurança Alimentar e Economia e Finanças, foi elaborada a estratégia de investimento para os próximos cinco anos.

Mutandi, que também assume as funções de director do FIDA na África do Sul e Botsuana, afirmou que a estratégia de aplicação de recursos dependerá de um conjunto de reuniões, sendo a de quinta-feira a primeira, mas acrescentou “temos algumas ideias onde aplicar aquele valor ao longo dos próximos cinco anos”, de acordo com a agência noticiosa AIM.

O governo moçambicano e o FIDA assinaram em 2011 um Programa Estratégico de Oportunidades Nacionais (COSOP, sigla em inglês) que estabeleceu um quadro de cooperação que terminou em 2015.

A actual carteira de empréstimos do FIDA inclui o apoio ao desenvolvimento de programas nos sectores agrícola, pesca de pequena escala, ligações de mercados, serviços financeiros, desenvolvimento da cadeia de valor e segurança alimentar e nutricional.

O FIDA desembolsou cerca de 400 milhões de dólares desde que começou a apoiar Moçambique em 1983. (Macauhub)

 

MACAUHUB FRENCH