Grupo chinês Huawei instala em Cabo Verde sistema de segurança urbana

O governo de Cabo Verde e o grupo chinês de equipamento de redes e telecomunicações Huawei Technologies assinam hoje, segunda-feira, na Praia, o contracto para o desenvolvimento da primeira fase do projecto “Cidade Segura”, informou em comunicado o governo do arquipélago.

O contracto a ser assinado inclui a construção de um Centro do Comando Operacional, a instalação de um sistema vídeo de vigilância urbana e de um sistema de alertas e de comunicação operacional integrado (voz, SMS e dados).

Esta primeira fase deverá entrar em funcionamento em Janeiro de 2018, estando já em estudo uma segunda fase para abranger as ilhas de São Vicente, Sal e Boa Vista, com o início agendado para o segundo semestre de 2018.

Um acordo de intenções foi inicialmente assinado em Outubro de 2016 em Macau, de acordo com declarações proferidas na altura pelo ministro da Administração Interna, Paulo Rocha, segundo o qual Cabo Verde iria ser dotado de um sistema moderno de gestão da segurança urbana.

Paulo Rocha disse ainda que o projecto, com um custo estimado de 20 milhões de dólares, traduz-se num sistema de colocação de câmaras de video-vigilância nos principais centros urbanos do país, num centro de comunicação de comando e num centro de controlo para todas as entidades que operam na área de segurança, casos da Polícia Nacional e Polícia Municipal. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH