Região metropolitana de Maputo, Moçambique, vai receber mais água a partir de 2018

17 July 2017

Os trabalhos para a instalação da conduta de água que vai reforçar o abastecimento de água à região metropolitana de Maputo deverão ficar concluídos até ao final do corrente ano, segundo escreve a Agência de Informação de Moçambique (AIM).

A conduta com 95 quilómetros de comprimento que liga a barragem de Corumana, na Moamba, ao Centro Distribuidor da Machava, no município da Matola, vai permitir que mais de 650 mil pessoas passem a ter acesso a água potável.

O lançamento da conduta que se iniciou em 2016 integra igualmente a construção da nova estação de tratamento de água (ETA) de Sabié cujo processo está em fase de licitação.

No entanto, os responsáveis da obra revelaram ao ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, Carlos Bonete durante uma visita ao local, através da conduta adutora em construção será possível levar a água para o centro distribuidor da Machava e, a partir daí, para toda a rede que abastece a área metropolitana de Maputo.

Após a conclusão das obras orçadas em 173 milhões de dólares americanos financiados pelo Banco Mundial e outros 20 milhões de euros concedidos pela Holanda, passam a ser processados 60 mil metros cúbicos de água por dia, capacidade que deverá aumentar até os 120 mil metros cúbicos por dia.

Ainda com o apoio do Banco Mundial vai iniciar-se dentro de dois meses a colocação de comportas na barragem de Corumana permitindo a subida do nível das águas na albufeira e aumentando a capacidade de armazenamento dos actuais 720 milhões para 1.240 milhões de metros cúbicos de água.(Macauhub)

MACAUHUB FRENCH