Governo da Guiné-Bissau cria consórcio para gerir cabo submarino

18 July 2017

O Governo da Guiné-Bissau anunciou Segunda-feira a criação do consórcio Bissau Cabo que vai gerir o cabo submarino que fará a ligação ao cabo submarino Africa Coast Europe (ACE, na sigla inglesa) que liga a África à Europa.

O novo cabo submarino de fibra óptica permitirá, dentro de 18 meses, um aumento da capacidade da rede e de troca de comunicações principalmente através da internet de banda larga.

O consórcio Bissau Cabo integra a operadora francesa de rede móvel Orange e a sul-africana MTN, com 51 por cento, enquanto o Estado guineense detém os restantes 49 por cento.

Na assinatura do memorando que cria o consórcio, o ministro dos Transportes e Telecomunicações, Fidélis Forbs, disse que o projecto vai ajudar ao desenvolvimento da Guiné-Bissau.

O Banco Mundial concedeu 35 milhões de dólares para o projecto. (Macauhub)

 

 

MACAUHUB FRENCH