Português Novo Banco vende 90% do Banco Internacional de Cabo Verde

3 August 2017

O Novo Banco, instituição que herdou os activos de qualidade do falido Banco Espírito Santo, vendeu 90% das acções representativas do capital social do Banco Internacional de Cabo Verde (BICV) à IIBG Holdings, sociedade constituída no Barein, informou o banco em comunicado divulgado pelo regulador do mercado.

O comunicado divulgado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários informa ainda que a concretização deste negócio, em que o Novo Banco ficara como accionista minoritário com 10% do capital social, encontra-se dependente das necessárias aprovações, nomeadamente junto do Banco de Cabo Verde.

A transacção, prossegue o Novo Banco, “representa mais um passo importante no processo de desinvestimento de activos não estratégicos” da entidade, prosseguindo assim a “estratégia de foco no negócio bancário doméstico.”

O comunicado é omisso quanto ao valor acordado entre o Novo Banco e a sociedade IIBG Holdings para a compra e venda do Banco Internacional de Cabo Verde.

O governador do Banco de Cabo Verde afirmou em Março passado que, depois de chumbada em 2016 a venda do BICV ao empresário português José Veiga, não tinha recebido mais nenhum pedido de autorização para alienação do banco.

O empresário português José Veiga tinha pedido autorização para adquirir a totalidade das acções do BICV, mas a venda foi chumbada pelo supervisor cabo-verdiano, depois de o Banco de Portugal também se ter oposto à operação. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH