Banco de Moçambique reduz em 25 pontos base taxas de juro de referência

11 August 2017

A Comissão de Política Monetária do Banco de Moçambique reduziu em 25 pontos base as três taxas de juro de referência do país, caso da taxa MIMO que passou a ser de 21,50%, informou o banco central em comunicado divulgado em Maputo.

A taxa de juro da facilidade permanente de cedência de liquidez passou para 22,50% e a da facilidade permanente de depósitos para 16%, ainda de acordo com as decisões saídas da mais recente reunião daquela comissão.

O banco central moçambicano informou igualmente ter reduzido o coeficiente de reservas obrigatórias para passivos em moeda doméstica e estrangeira em 50 pontos base, para 15,0%, com efeitos a partir do novo período de constituição que inicia a 7 de Setembro de 2017.

Estas decisões surgiram mesmo com o Banco de Moçambique a advertir que a prevalência de riscos para as perspectivas de inflação exige prudência na condução da política monetária.

“O nível de endividamento público interno mantém-se elevado e representa um factor de risco para as previsões de inflação. A colecta de receitas públicas abaixo do esperado, num contexto de suspensão do apoio externo ao Orçamento e de elevado endividamento interno (97,7 mil milhões de meticais), requer uma consolidação fiscal mais robusta”, lê-se no comunicado do Banco de Moçambique.

Na perspectiva do Banco de Moçambique, outros factores de risco a ter em conta estão associados a fenómenos climáticos extremos (El Niño), à volatilidade dos preços das matérias-primas e ao ambiente político nos países vizinhos, com destaque para a África do Sul, os quais, a materializarem-se, poderão ter impactos sobre a trajectória desejada dos preços de bens e serviços diversos. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH