FACIM 2017 deverá ter menos empresas e países

O número de empresas já inscritas para a 53.ª edição da Feira Internacional de Maputo é reduzido, numa altura em que faltam duas semanas para o início da principal feira comercial de Moçambique, escreveu o semanário moçambicano Domingo.

O jornal escreveu ainda que as empresas moçambicanas lideram a lista das confirmações, com um total de 183 inscrições, número significativamente inferior ao registado no ano passado, em que estiveram presentes mais de duas mil.

As empresas estrangeiras também são em número menor, pelo menos as que já se inscreveram, com um total de 85 confirmações contra as 700 que estiveram presentes na edição de 2016 da FACIM.

Os países que irão ter uma presença já em número de 24 contra os 30 da edição anterior, destacando-se a Alemanha, Angola, Portugal, Botsuana, Itália, França, Indonésia, Grã-Bretanha, Dinamarca, Irlanda, Finlândia, Brasil, Islândia e Bielorússia, que participa pela primeira vez.

As instituições e países que já confirmaram a sua presença vão ocupar apenas 50% da área coberta e 75% da área aberta, o que contrasta com o cenário vivido no ano passado, em que a duas semanas da abertura já havia empresas na lista de espera.

A FACIM 2017 inicia-se no próximo dia 28 de Agosto com o encerramento previsto para 3 de Setembro, em Ricatla, no distrito de Marracuene, província meridional de Maputo.  (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH