Governo de Cabo Verde continua a regularizar dívidas em atraso

18 August 2017

O governo de Cabo Verde prossegue a amortização das dívidas do Estado com a assinatura hoje na Praia de um acordo com a Caixa Económica de Cabo Verde que estabelece as formas e condições de pagamento dos valores das bonificações de juros e de outras dívidas, de acordo com um comunicado oficial.

A Caixa Económica tem a receber do Estado cerca de 900 milhões de escudos (9,5 milhões de dólares), de acordo com um anúncio efectuado pelo ministro das Finanças.

Na semana passada o governo chegou a acordo com o Banco Comercial do Atlântico (BCA), do grupo estatal financeiro português Caixa Geral de Depósitos, para a regularização de uma dívida de 2399 milhões de escudos (25,5 milhões de dólares).

As dívidas do Estado cabo-verdiano ao BCA diziam respeito a bonificações de juros de 2004 a 2016, a impostos pagos e não devidos entre 2005 e 2015 e a duas garantias bancárias.

Aquando da assinatura deste acordo, o ministro das Finanças, Olavo Correia, salientou que o governo de que faz parte encara o Estado como uma pessoa de bem, pelo que está a trabalhar no sentido de regularizar todos os atrasados.

O ministro salientou que o governo não pode fixar bonificações em sede de Orçamento de Estado e depois transferir essas responsabilidades para os privados e garantiu que “a partir de agora tudo vai ser diferente, tendo o Estado de dar o exemplo para a sociedade e para a economia.” (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH