Grupo chinês HNA expande negócios com compra de acções em lojas “duty-free”

22 August 2017

O grupo chinês HNA adquiriu 16,2% do grupo Dufry, elevando para 20,92% a sua participação naquele grupo com sede em Basileia e que opera mais de 2200 lojas “duty-free” e “duty-paid” em aeroportos, portos, navios de cruzeiro, estações de caminhos-de-ferro e zonas turísticas, informou segunda-feira o grupo suíço.

Este negócio foi efectuado com as empresas GIC e Temasek, tendo a imprensa especializada informada que o grupo HNA já investiu mais de mil milhões de dólares no grupo Dufry, tendo em conta a sua capitalização bolsista.

O grupo HNA é um conglomerado com sede na ilha de Hainão que opera nos sectores de aviação, indústria, turismo, logística e financeiro e que se tornou accionista da companhia Azul – Linhas Aéreas Brasileiras ao ter pago 1,7 mil milhões de reais por uma participação de 23,7%.

Ao abrigo deste negócio, o grupo chinês passou a ter uma participação indirecta na TAP – Air Portugal, tendo em Maio de 2016 anunciado ter comprado 25% da emissão de obrigações convertíveis da companhia pela soma de 30 milhões de euros.

Este último negócio, que foi feito através da Azul (companhia que integra o consórcio Atlantic Gateway, accionista da TAP), permitiu ao grupo chinês aumentar para 23% os interesses económicos que controla na TAP e passar a ter um lugar no conselho de administração.

A companhia aérea Beijing Capital Airlines, do grupo HNA, estabeleceu recentemente uma ligação entre a China e Portugal, concretamente entre Hangzhou e Lisboa, com uma escala em Pequim, com uma frequência inicial de três voos por semana.

Em Julho, o grupo concluiu a compra por 19 milhões de dólares da participação do grupo brasileiro Odebrecht no consórcio RioGaleão que gere o Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH