Embaixador da China em Moçambique encoraja empresários de Macau a investirem no país

6 September 2017

O embaixador da China em Moçambique, Su Jian, encorajou os empresários de Macau que estiveram presentes na FACIM 2017 a investirem em Moçambique e aproveitarem as oportunidades de negócio existentes naquele país africano de língua portuguesa, de acordo com informação oficial.

Durante um encontro com a delegação do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) que esteve presente na 53ª Facim, o diplomata chinês referiu que a indústria da medicina tradicional chinesa, o turismo e o sector de legislação são áreas de grande potencial de desenvolvimento.

Os responsáveis da delegação de Macau, chefiada por Irene Lau e da Embaixada da China em Moçambique discutiram ainda questões ligadas à estratégia de apoio às empresas da China continental e de Macau na exploração dos mercados dos países de língua portuguesa.

Macau esteve presente na FACIM 2017, que decorreu de 28 de Agosto a 3 de Setembro em Marracuene, na província de Maputo, com um pavilhão onde divulgou o ambiente de investimento de Macau e deu a conhecer os serviços disponibilizados pelo IPIM.

Um comunicado do IPIM refere que a delegação de Macau que se deslocou à capital moçambicana reuniu-se também com a Agência para a Promoção de Investimento e Exportações (Apiex), a Câmara de Comércio de Moçambique e a Confederação das Associações Económicas de Moçambique.

No encontro com o director-geral da Apiex, Lourenço Sambo, foram abordadas formas de reforçar a cooperação no campo do comércio e das exposições e convenções.

Na ocasião, a responsável do IPIM convidou a Apiex a participar na 22.ª edição da Feira Internacional de Macau (MIF, na sigla inglesa) e na Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa 2017 (Macau), também designada por 2017PLPEX, que decorrem em Macau em Outubro próximo.

O IPIM tem estado presente na FACIM desde 2007. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH