Grupo CCCC investe em terminal portuário no Brasil

7 September 2017

O grupo China Communications Construction Company (CCCC) vai investir na construção do Terminal Graneleiro da Babitonga (TGB), Brasil, em parceria com o Fundo de Investimentos em Participações em Infraestrutura Anessa, escreveu o jornal brasileiro Valor Económico.

O TGB tem actualmente como accionistas o Fundo Anessa, que reúne investidores do Estado de Santa Catarina, com 80% e o grupo alimentar China National Cereals, Oils and Foodstuffs Corporation (COFCO), com os restantes 20%, estando estimado que a construção do terminal exija um investimento de 1600 milhões de reais 514 milhões de dólares).

O investimento, que foi alvo de um memorando de entendimento nesse sentido recentemente assinado em Pequim, será construído na parte insular de São Francisco do Sul, um município naquele Estado brasileiro.

O TGB disporá de capacidade para processar 14 milhões de toneladas de carga, ocupará uma área de 601 mil metros quadrados, um cais com 316,8 metros de comprimento, 14 metros de calado e três linhas ferroviárias com dois mil metros de extensão.

O terminal disporá de um silo para açúcar com uma capacidade de um milhão de toneladas e três silos para cereais com uma capacidade de 250 mil toneladas cada e três sistemas de carregamento a bordo com um fluxo de quatro mil toneladas/hora.

Este é o segundo projecto do grupo CCCC no Brasil, depois de em 2016 ter fechado um acordo com a brasileira WPR Participações, controlada pelo grupo WTorre, para investir num terminal portuário a ser construído de raiz no porto de São Luís, no Estado do Maranhão. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH