Seguradoras de Macau estimam em 362,5 milhões de dólares prejuízos causados pelo tufão “Hato”

20 September 2017

Os prejuízos causados pela passagem do tufão “Hato” por Macau ascendem a 2,9 mil milhões de patacas (362,5 milhões de dólares), de acordo com as estimativas das companhias de seguros, disse terça-feira o novo presidente do Conselho de Administração da Autoridade Monetária de Macau.

Chan Sau San disse ainda que até à data foram já pagos 20 milhões de patacas, estando a maioria dos casos relacionados com indemnizações por morte ou ferimentos.

“As seguradoras desenvolveram, com a maior brevidade possível, os processos de tratamento dos casos e até agora não recebemos qualquer reclamação em relação ao pagamento de indemnizações”, afirmou Chan, à margem da cerimónia de tomada de posse como presidente da Autoridade Monetária de Macau (AMCM).

Chan garantiu que a entidade mantém “uma comunicação muito estreita” quer com as seguradoras, quer com a Associação de Seguradoras de Macau, tendo adiantado estar a ser analisado com a associação as medidas a adoptar a fim de ajudar as pequenas e médias empresas do território.

“Estamos ainda a analisar a hipótese de pedir às empresas para colocarem os produtos em lugar mais elevado para prevenir a ocorrência dos prejuízos que possam advir de inundações”, disse Benjamim Chan, de acordo com a imprensa local. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH