Fórum considera papel de Macau insubstituível na cooperação com a China

O secretário-geral adjunto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Ding Tian disse quarta-feira que o território tem um papel insubstituível na cooperação entre a China e os países de língua portuguesa, nomeadamente nas áreas de comércio, investimento e intercâmbio cultural.

Ding, que falava num encontro organizado pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) com a colaboração do Fórum de Macau, lembrou que o valor das trocas comerciais entre a China e os países de língua portuguesa tem vindo a aumentar ano a ano, passando de 6,056 mil milhões de dólares em 2002 para 90,874 mil milhões de dólares em 2016.

Por sua vez a vogal executiva do IPIM, Glória Batalha Ung, disse que de Janeiro a Julho do corrente ano, as trocas comerciais entre a China e os países de língua portuguesa ascenderam a 67,6 mil milhões de dólares, correspondentes a um aumento de 31% em relação ao período homólogo do ano anterior, e que até à presente data, o investimento das empresas chinesas nos países de língua portuguesa totalizou cerca de 50 mil milhões de dólares.

Glória Batalha Ung apresentou também a “Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa – PLPEX 2017”, a realizar entre os dias 19 e 21 de Outubro próximo, apelando aos presentes para que participem e aproveitem esta oportunidade para contactos directos com empresas dos países de língua portuguesa para desenvolverem as suas actividades. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH