China Mobile interessada no negócio de telefonia móvel da brasileira Oi

22 September 2017

A China Mobile, o maior operador mundial de telefonia móvel com 874 milhões de clientes, tem estado a negociar com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a possível compra do operador brasileiro de telecomunicações Oi, escreveu a revista brasileira Exame.

A Oi, a maior empresa de telecomunicações do Brasil, dispunha no final de 2016 de uma carteira de 63,6 milhões de clientes, sendo 39,9 milhões na telefonia móvel, 16,4 milhões na telefonia fixa, acesso à Internet e TV por assinatura, 6,6 milhões de utilizadores no segmento empresarial e 700 mil telefones de utilização pública.

A 20 de Junho de 2016 a Oi apresentou um pedido de recuperação judicial, o maior da história do Brasil, com um passivo de 65 mil milhões de reais (20,7 mil milhões de dólares).

A Exame escreveu ainda que a eventual compra da Oi pela China Mobile seria a “solução ideal” para a Anatel, tendo os conselheiros desta instituição pública mantido reuniões com executivos da empresa estatal chinesa para discutir investimentos no Brasil, incluindo na problemática operadora brasileira detida em 27% pela portuguesa Pharol.

A empresa chinesa inaugurou na passada semana um escritório em São Paulo que vai ser o centro de negócios da empresa de telecomunicações na América Latina, de acordo com responsáveis da empresa.

Juarez Quadros, presidente da Anatel, reuniu-se com a empresa chinesa e com o Banco de Desenvolvimento da China no dia 11 de Setembro em Brasília, tendo a revista brasileira confirmado que o assunto discutido foi precisamente a Oi. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH