Província da Zambézia vai ter a primeira central solar de Moçambique

10 October 2017

A montagem do financiamento para a construção da primeira central de produção de energia solar de Moçambique, a ser construída no distrito de Mocuba, província da Zambézia, fica concluída este mês, disse segunda-feira em Maputo o presidente da Electricidade de Moçambique (EdM).

“As negociações para a libertação de fundos e o início do projecto estão na última fase”, garantiu Mateus Mogala, de acordo com o matutino Notícias, de Maputo, sendo que a União Europeia, através do Fundo Fiduciário para África, vai contribuir com quatro milhões de euros.

Magala adiantou que a central de Mocuba, com uma capacidade instalada de 40 megawatts, deverá iniciar a actividade comercial em Agosto de 2018, contribuindo para a melhoria da qualidade de energia fornecida no distrito e noutros pontos da província da Zambézia.

O presidente da EdM, que falava na cerimónia de lançamento do programa Promoção de Leilões para Energias Renováveis (Proler), disse estarem igualmente em “fase avançada de desenvolvimento” as negociações para a edificação da central de energia solar de Metoro, em Cabo Delgado, que também deverá produzir 40 megawatts de energia eléctrica.

O programa Proler visa acabar com as concessões directas de electrificação através de sistemas fotovoltaicos que eram feitas pelo Ministério dos Recursos Minerais e Energia, indo o processo passar a ser feito via concurso público lançado pela EdM.

A estatal EdM, que conta com o apoio da União Europeia e da Agência Francesa de Desenvolvimento, deverá identificar a região susceptível de ser electrificada com base em energias renováveis, encomendar estudos e contratar empreiteiros, mediante a melhor proposta técnico-financeira. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH