Angola afasta-se da liderança na produção de petróleo em África

12 October 2017

A produção petrolífera de Angola voltou a registar nova quebra em Setembro, embora diminuta de 2900 barris por dia, mas alargou a diferença para a da Nigéria, que se mantém como o principal produtor de petróleo em África, informou a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

O relatório mensal do mercado petrolífero da OPEP informa que, tendo por base fontes secundárias, Angola produziu 1,641 milhões de barris em Setembro, uma quebra mensal de 2900 barris, enquanto a Nigéria aumentou a produção em 50,8 mil barris para 1,855 milhões de barris.

A produção de Angola, tendo por base a comunicação directa, foi de 1,657 milhões de barris por dia, uma quebra mensal de 23 mil barris, não havendo neste caso dados relativos à Nigéria.

Ainda baseado na comunicação directa, Angola tinha já perdido em Agosto o lugar de maior produtor de petróleo em Angola em favor da Nigéria, com uma produção de 1,680 milhões e de 1,742 milhões de barris por dia, respectivamente.

O mesmo relatório informa também terem a Rússia, Angola e a Arábia Saudita sido em Agosto os principais fornecedores de petróleo à China, com quotas de mercado de 13%, 12% e 11%, respectivamente.

A importação chinesa de petróleo caiu 179 mil barris por dia em Agosto, mas permaneceu acima de oito milhões de barris por dia. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH