Inflação em Moçambique em 2017 poderá situar-se em um dígito

27 October 2017

As projecções do Banco de Moçambique (BM) indicam que a inflação no mês de Dezembro do ano em curso poderá situar-se em um dígito, refere hoje a Agência de Informação de Moçambique (AIM)

De acordo com o governador do Banco de Moçambique, Rogério Zandamela, apesar destas projecções, os riscos de pressão inflacionária mantêm-se elevados.

A AIM refere que Zandamela ao anunciar as decisões tomadas pelo Comité de Política Monetária (CPMO), em Maputo, disse que no passado mês de Setembro a inflação homóloga desacelerou para 10,76 por cento.

A fonte disse que a estabilidade do metical face ao dólar americano e ao rand sul-africano continua a favorecer o abrandamento da inflação.

As reservas internacionais do Banco de Moçambique continuam a fortalecer-se. Até 20 de Outubro, as reservas brutas incrementaram para 2.514 milhões de dólares suficientes para cobrir 6,1 meses de importações de bens e serviços, excluindo os grandes projectos, num contexto em que as vendas efectuadas pelo BM foram de USD 365 milhões, destinados a comparticipar na factura de importação de combustíveis líquidos.

Enquanto isso, dados provisórios mostram que o défice comercial reduziu substancialmente no terceiro trimestre de 2017  e o nível de endividamento público interno continua a aumentar.

Ainda segundo a AIM dados de 25 de Outubro corrente mostram que o endividamento público interno aumentou para 100, 5 mil milhões de meticais, contra 97,7 mil milhões  na última sessão do CPMO, a 10 de Agosto último.

O CPMO considerou, no entanto, haver espaço para uma baixa moderada e imediata das taxas de juro. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH