Parceiros aprovam entrada do grupo ExxonMobil no negócio do gás natural em Moçambique

8 November 2017

A Empresa Nacional de Hidrocarbonetos e os grupos italiano ENI, sul-coreano Kogas e português Galp Energia, concessionários do bloco de gás natural Área 4, na bacia do Rovuma, Moçambique, aprovaram, terça-feira em Maputo, a entrada no consórcio do grupo norte-americano Exxon Mobil, de acordo com o matutino Notícias, de Maputo.

O grupo ExxonMobil adquiriu em Março passado por 2,8 mil milhões de dólares uma participação de de 35,7% na ENI East Africa, a a empresa que funciona como operador do bloco Área 4, onde tem como parceiros o grupo italiano ENI (35,7%) e o China National Petroleum Corporation (28,6%).

O governo de Moçambique autorizou a referida transacção em Setembro passado alterando os interesses participativos no bloco Área 4 e passando os grupos ENI e ExxonMobil a deter 25% cada, o grupo CNPC 20% e os grupos Galp Energia e Kogas e a estatal Empresa Nacional de Hidrocarbonetos a deterem 10% cada.

A permissão da entrada da ExxonMobil no projecto pelas outras concessionárias era tida como passo fundamental para que o Estado moçambicano arrecadasse cerca de 354,4 milhões de dólares na sequência da tributação das mais-valias obtidas pelo grupo ENI nesta transacção.  (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH