Grupo brasileiro Vale anuncia acordo de financiamento para corredor logístico em Moçambique

28 November 2017

As empresas associadas na Corredor Logístico de Nacala (CLN) assinaram segunda-feira os contractos relativos a um financiamento de projecto (“project finance”) ao abrigo do qual a parceria público-privada moçambicana irá receber 2,73 mil milhões de dólares, informou o grupo brasileiro Vale em comunicado ao mercado.

O comunicado informa ainda que o Banco do Japão para a Cooperação Internacional avança com um empréstimo de 1,03 mil milhões de dólares e os bancos Sumitomo Mitsui Banking Corporation, The Bank of Tokyo Mitsubishi UFJ Ltd, Mizuho Bank Limited, Sumitomo Mitsui Trust Bank Limited, Nippon Life Insurance Company e Standard Chartered Bank garantem um empréstimo de mil milhões de dólares com o seguro oferecido pelo Nippon Export and Investment Insurance (NEXI).

Quatrocentos milhões de dólares do montante global do empréstimo são garantidos pelos bancos ABSA Bank Limited, Investec Bank Limited, Rand Merchant Bank e The Standard Bank of South Africa Limited, sendo o seguro de crédito oferecido pelo Export Credit Insurance of South Africa Limited (ECIC) e os restantes 300 milhões são garantidos pelo Banco de Desenvolvimento Africano.

O acordo de empréstimo agora alcançado completa a estrutura de investimento elaborada para apoiar o lançamento do corredor logístico até à plena utilização de sua capacidade, adiantou o grupo mineiro.

Este empréstimo será amortizado em 14 anos com os recursos provenientes das receitas relacionadas com os serviços de transporte de carvão e de carga geral fornecidos pelo CLN, cujo tarifário foi introduzido em Abril de 2017 após a conclusão da transacção de capital com a Mitsui & Co. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH