Automóveis do grupo chinês Chery passam a ter segunda fábrica de montagem no Brasil

29 November 2017

Os automóveis do grupo chinês Chery vão passar a ser igualmente montados na fábrica de Anapólis, Estado brasileiro de Goiás, na sequência da aquisição de 50% da operação brasileira pelo grupo Caoa, anunciou o governador do Estado, Marconi Perillo.

O governador, que tinha recebido o presidente do Grupo Caoa, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, adiantou que com a confirmação da montagem das viaturas da Chery em Anápolis, o Estado de Goiás assume o terceiro lugar na industria automóvel no país, em paralelo com o Rio Grande do Sul e atrás apenas do Paraná e de São Paulo.

Com a Chery, o Estado de Goiás passa a ter, além da Hyundai, linhas de montagem da John Deere, da Mitsubishi e da Suzuki, as três em Catalão, adiantou a página electrónica maisgoiás.

Carlos Alberto de Oliveira Andrade disse, por seu turno, que o grupo a que preside pretende investir cerca de dois mil milhões de dólares na instalação de uma nova linha de montagem na fábrica em Anápolis e no aumento da produção em Jacareí, a maior parte na primeira que é cerca de três maior do que a de São Paulo.

A infra-estrutura rodoviária, de logística e o ambiente de negócios proporcionados pelo governo do Estado foram decisivos para a escolha de Goiás para sediar a segunda fábrica da Chery no país, adiantou o presidente do grupo brasileiro.

A chinesa Chery começou a operar há 17 anos, tendo chegado ao Brasil em 2014 e construído a sua fábrica em Jacareí, interior de Estado de São Paulo.

A fábrica recebeu um investimento superior a 400 milhões de dólares e dispõe de uma capacidade de produção de 150 mil veículos por ano.

Este mês foi anunciado ter o grupo brasileiro Caoa pago 60 milhões de dólares por 50% do negócio do grupo chinês Chery no Brasil, que inclui a fábrica na cidade de Jacareí e a rede de revenda. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH