Yuan Longping High-Tech Agriculture e CITIC Agri Fund concluem compra de empresa brasileira

4 December 2017

A empresa chinesa Yuan Longping High-Tech Agriculture Co. e o fundo de investimento CITIC Agri Fund concluíram a operação de compra da empresa brasileira Dow AgroSciences Sementes, que foi transformada na LP Sementes, de acordo com informações veiculadas num encontro com a imprensa ocorrido em Ribeirão Preto (Estado de São Paulo).

O evento contou com a presença do cônsul-geral da China em São Paulo, Song Yang, que informou terem as empresas chinesas importado em 2016 produtos agrícolas brasileiros no valor de 20,8 mil milhões de dólares, cerca de 24,5% de todas as exportações brasileiras deste tipo de produtos.

“A China e o Brasil são altamente complementares. Na agricultura, a China tem escassez em soja, algodão e produtos lácteos, o Brasil é conhecido como o celeiro mundial do século XXI, pelo que pode garantir uma oferta estável e eficiente”, disse ainda Song Yang, citado pela imprensa brasileira.

A transacção, anunciada em Julho passado e que representou um investimento de 1,1 mil milhões de dólares, inclui a compra dos activos da Dow AgroSciences Sementes e Biotecnologia Brasil Ltda., o acesso total ao banco de germoplasma de milho brasileiro, a marca Morgan e a licença para utilização da marca Dow Sementes pelo período de 12 meses.

Com os activos de sementes da Dow AgroSciences, a LP Sementes começar a funcionar no Brasil com uma quota de 18,5% do mercado brasileiro de sementes de milho, na terceira posição da lista nacional.

A LongPing é líder global em arroz híbrido e tem negócios ainda de milho híbrido, trigo, vegetais e outros produtos agrícolas, fazendo o lançamento da LP Sementes parte da estratégia de expansão a nível mundial, pode ler-se no comunicado distribuído. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH