Empresa estatal anuncia lotes de terreno para comercialização em Angola

7 December 2017

A Empresa Gestora de Terrenos Infra-estruturados (EGTI) prevê arrecadar 800 milhões de dólares nos próximos dez anos com a comercialização de lotes de terreno, disse recentemente em Luanda o presidente do Conselho de Administração no final de cerimónia de apresentação pública da instituição.

Rodrigo dos Santos disse que a EGTI, criada por Decreto Presidencial de 5 de Março de 2015, tem por objecto social garantir o retorno do investimento feito pelo Estado na infra-estruturação de terrenos, tendo sob gestão 19 projectos públicos de desenvolvimento urbano entre cidades, novos agregados populacionais e zonas de requalificação, localizados em 12 províncias, com destaque para a província de Luanda.

“Na província de Luanda existem lotes de terreno em diversas zonas disponíveis para a comercialização a cidadãos nacionais ou estrangeiros, desde que tenham capacidade financeira”, acrescentou o presidente da empresa, citado pelo Jornal de Angola.

Rodrigo dos Santos disse que os interessados devem contactar os escritórios da empresa em Luanda e acrescentou que os preços variam em função da localização, dimensão do espaço e do projecto a ser aí executado.

Os terrenos estão localizados nas zonas do perímetro das encostas da Boavista, arredores do Sambizanga, Pólo de Desenvolvimento do Futungo, Centralidade do Sequele e Pólo de Desenvolvimento do Mussulo.

Existem também terrenos infra-estruturados nas zonas do Camama, Cidade do Kilamba, Centralidade do Zango Zero, Centralidade do Zango Cinco, Centralidade do Quilómetro 44, Zona Económica Especial, Universidade Agostinho Neto, Novo Aeroporto Internacional de Luanda, Estádio 11 de Novembro e Porto de Luanda. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH