Savannah Resources faz prospecção de minérios em Moçambique e em Portugal

18 December 2017

O consórcio constituído pelos grupos mineiros Savannah Resources e Rio Tinto vai começar a extrair amostras de areias pesadas em Inhambane, sul de Moçambique, a fim de produzir concentrado ao abrigo do pré-estudo de viabilidade económica do projecto Mutamba, iniciado em meados de 2017, informou o primeiro grupo mineiro em comunicado ao mercado recentemente divulgado.

O consórcio Mutamba foi constituído no final de 2016 pelo grupo Savannah Resources, que está cotado no Mercado Alternativo de Investimento da Bolsa de Valores de Londres, pela sua subsidiária controlada a 100% AME East Africa Ltd e pelo grupo anglo-australiano Rio Tinto, que há algum tempo vendeu os activos carboníferos de que dispunha em Moçambique a um consórcio constituído por grupos estatais da Índia.

A AME East Africa Ltd funciona como operador do projecto Mutama, através da sua subsidiária Matilda Minerals.

O director executivo do grupo, David Archer, afirmou no comunicado que a entrada em funcionamento da unidade de testes é “um passo importante”, mas acrescentou que o projecto de Inhambane está ainda numa fase muito inicial.

O grupo Savannah Resources anunciou, entretanto, resultados muito positivos no projecto de extracção de lítio Mina do Barroso, em Portugal, tendo sido já descoberto uma mineralização de lítio com uma extensão contínua de 100 metros.

Neste projecto o grupo efectuou já 66 furos com um comprimento conjunto de 5558 metros, tendo os resultados iniciais confirmado o potencial elevado da mina, “onde se encontram alguns dos melhores depósitos de lítio da Europa.” (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH