Moçambique pretende continuar a ser o maior produtor de energia eléctrica na África Austral

19 December 2017

Moçambique deverá investir nos próximos anos 5,15 mil milhões de dólares para garantir que continuará a ser um pólo de produção de energia eléctrica na região geográfica em que se insere, disse segunda-feira em Maputo o presidente da estatal Electricidade de Moçambique.

Mateus Magala, citado pelo matutino Notícias, de Maputo, disse que essa vontade passa pela concretização de cinco novos projectos, um dos quais, a interligação entre Moçambique e o Malawi, deverá ficar concluído em termos financeiros em 2018 e no terreno três anos mais tarde, em 2021.

Dizendo que Moçambique é um país com o mais vasto potencial de produção de energia eléctrica na África a sul do Saara, com cerca de 187 gigawatts, Mateus Magala apontou que o mais importante, neste momento, é que o país consiga transformar o potencial que existe em produção real.

O presidente da EDM adiantou que devido ao abrandamento económico registado na África do Sul, Moçambique dispõe actualmente de uma capacidade de produção não-utilizada de sete mil megawatts, ao mesmo tempo que a África Austral tem um défice de 10 mil megawatts, “devido à falta de interligação das redes eléctricas dos países. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH