Governo de Angola aposta na diplomacia económica em 2018

2 January 2018

O governo de Angola pretende apostar na diplomacia económica em 2018 para atrair investimento estrangeiro para o país, ajudando a fomentar a diversificação da actividade económica, afirmou o ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto.

O ministro, citado pela agência noticiosa Angop, disse considerar igualmente fundamental buscar a confiança dos investidores, podendo e devendo essa acção externa ser executada pela instituição que dirige e respectivos serviços.

Manuel Augusto afirmou que o governo pretende desenvolver o turismo, explorar mercados para a exportação dos nossos produtos, bem como garantir a promoção da imagem de Angola no exterior e dar maior apoio aos angolanos na diáspora.

No plano interno, o ministro mencionou nomeadamente a necessidade de construir um edifício de raiz para os órgãos, agentes e serviços da instituição, atendendo a que o edifício actual apresenta um estado de degradação acentuado que obriga a reformas urgentes.

O ministro disse apenas que o lançamento da primeira pedra do novo edifício terá lugar “em breve” e salientou que o edifício sede da instituição está em condições degradantes, não havendo, por exemplo, água canalizada em alguns dos seus nove andares.

Manuel Augusto anunciou para este ano um redimensionamento da instituição que poderá levar ao encerramento de algumas embaixadas e consulados, esclarecendo que “não vamos fechar por fechar, vamos ajustar os interesses de Angola com a nossa representação diplomática.” (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH