Fundo Rodoviário de Angola gasta milhões de dólares na manutenção de estradas nacionais

8 January 2018

O Fundo Rodoviário de Angola despendeu cerca de dez mil milhões de kwanzas (60 milhões de dólares) em 2017 na manutenção de 2200 quilómetros de estradas nacionais e secundárias, disse o director de Estudos e Planeamento da instituição, Nascimento Cassule.

Cassule, citado pelo Jornal de Angola, disse ainda que 17% do montante despendido ou 1700 milhões de kwanzas teve origem nas receitas arrecadadas com a taxa de circulação de 2016, tendo os restantes 83% daquele montante tido origem em transferências do Orçamento de Estado.

Os 2200 quilómetros que beneficiaram de obras de manutenção representam apenas 15% do total das estradas nacionais que, nos últimos dez anos, passaram de cinco mil para 13 mil quilómetros, gerando compromissos de manutenção acrescidos a nível das 18 províncias do país, assinalou o responsável.

Nascimento Cassule adiantou que a rede fundamental de estradas, que liga as províncias, registou um crescimento considerável, à semelhança do que aconteceu com as vias secundárias e terciárias, que aumentaram de 26 mil para 56 mil quilómetros.

Em dez anos, prosseguiu o responsável, o Fundo Rodoviário teve um crescimento da rede de estradas de 200%, mas a arrecadação de receitas para a manutenção cobre apenas 20% das necessidades.

A Administração Geral Tributária (AGT) informou no lançamento do período de venda dos selos da taxa de circulação, sexta-feira, que mais de 60% dos automobilistas do país não pagou a taxa de circulação de 2016, alegando a degradação das vias. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH