Macau e província de Guangdong assinam acordo de cooperação em caso de incidentes em centrais nucleares

10 January 2018

Macau será notificado em tempo oportuno em caso de ocorrência de qualquer incidente nas centrais nucleares em funcionamento na província de Guangdong em harmonia com a Escala Internacional de Acidentes Nucleares e os Quatro Estados de Emergência Nuclear da China, ao abrigo de um acordo de cooperação assinado terça-feira entre os dois governos.

O documento assinado em Zhuhai, zona económica especial adjacente a Macau, estabelece a realização alternada de reuniões e acções de formação no âmbito de emergência nuclear, nomeadamente a emergência no exterior da central, mecanismo de apoio e técnica profissional, entre outros.

O comunicado oficial informa que o governo de Macau dispõe de planos de contingência e medidas para dar resposta a eventuais incidentes nucleares nas regiões vizinhas, cujas medidas cumprem rigorosamente os requisitos de segurança nuclear nacionais e os internacionais estipulados pela Agência Internacional de Energia Atómica.

O acordo agora celebrado constitui uma nova etapa na cooperação na área de segurança nuclear entre Guangdong e Macau, criando condições para concretizar o mecanismo de permuta de informações constante do supracitado plano de contingência nuclear, permitindo às autoridades de Macau uma maior diligência na tomada das medidas necessárias através da obtenção das últimas informações sobre um eventual incidente nuclear.

As autoridades chinesas estão a construir uma central nuclear em Taishan, na província de Guangdong, a 70 quilómetros de Macau. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH