Consórcio anglo-australiano solicita licenças para exploração de areias pesadas em Inhambane, Moçambique

18 January 2018

A Mutamba Mineral Sands, uma subsidiária controlada a 100% do grupo mineiro anglo-australiano Rio Tinto, entregou no Ministério dos Recursos Minerais de Moçambique três pedidos de licença mineira para o projecto de areias pesadas de Mutamba, informou em comunicado ao mercado a empresa britânica Savannah Resources.

Os três pedidos de licença cobrem uma área de 417,32 quilómetros quadrados na província de Inhambane, tendo a Jangamo 118,08 quilómetros quadrados, a de Dongane/Ravene 161,26 quilómetros quadrados e a de Chilubane 137,98 quilómetros quadrados, ainda de acordo com a informação da Savannah Resources.

David Archer, presidente executivo da empresa britânica, afirma no comunicado que os pedidos apresentados representam o passo final em termos formais na obtenção de licenças mineiras de longa duração e recorda que foi encomendado no quarto trimestre de 2017 uma unidade piloto de processamento que servirá para produzir condensados ao abrigo de estudo de pré-viabilidade económica, em elaboração.

A Savannah Resources, empresa que explora depósitos de cobre e de ouro no Omã e de lítio em Portugal, está envolvida neste projecto de areais pesadas em Moçambique em consórcio com o grupo mineiro Rio Tinto, com uma participação de 20%, que poderá aumentar para 35% e 51% após a conclusão do estudo de pré-viabilidade e de viabilidade económica, respectivamente. (Macahub)

MACAUHUB FRENCH