Companhias aéreas estrangeiras têm 540 milhões de dólares retidos em Angola

19 January 2018

As companhias aéreas estrangeiras têm retidos em Angola 540 milhões de dólares devido à incapacidade de obter divisas para proceder à repatriação das receitas, disse quinta-feira em Luanda o presidente do Conselho de Administração da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA).

Alexandre Juniac, ao falar à margem de uma conferência internacional sobre aviação civil, disse ainda que a situação é preocupante e adiantou que a incapacidade de as companhias aéreas procederem à repatriação das suas receitas pode fazer com que as empresas do sector deixem de voar para Angola.

O presidente da IATA adiantou que a questão dos recursos bloqueados não se regista apenas em Angola, mas em mais oito países africanos, argumentando que apesar de estes países estarem a viver grande problemas económicos a “saída não é bloquear recursos.”

“Em face desta dívida, que até Dezembro se fixou em 540 milhões de dólares, a IATA elaborou um plano de 12 meses já apresentado ao governo angolano com o intuito de se desbloquear a situação”, adiantou, citado pela agência noticiosa Lusa. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH