Empresas da China investiram 20,9 mil milhões de dólares no Brasil em 2017

19 January 2018

As empresas da China investiram 20,9 mil milhões de dólares no Brasil em 2017, o montante mais elevado desde 2010 com a recessão económica a fazer baixar o preço dos activos e a atrair investidores, de acordo com dados divulgados quinta-feira em Brasília pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

O investimento realizado pelas empresas chinesas no Brasil em 2017 teve como destino prioritário os sectores da energia, logística de transportes, agro-negócio, serviços financeiros, produtos químicos e farmacêuticos e a produção e transmissão de energia eléctrica.

Ao divulgar o segundo Boletim Bimestral sobre Investimentos Chineses no Brasil, o secretário de Assuntos Internacionais do ministério Jorge Arbache disse que não obstante a concentração dos investimentos chineses em poucos sectores, “começa-se a observar uma certa diversificação, incluído no sector dos serviços, bem como uma tendência de aumento dos investimentos por parte de empresas privadas.”

No último bimestre de 2017 as empresas chinesas investiram no país 6,7 mil milhões de dólares, de que se destacam projectos no sector da energia.

Os principais investimentos efectuados nos dois últimos meses do ano foram os da China State Grid, que adquiriu a CPFL Energia por 3467 milhões de dólares e da Shanghai Electric, que estabeleceu uma parceria com a Eletrosul na qual aplicou 3300 milhões de dólares.

Entre anunciados e confirmados, as empresas chinesas envolveram-se em 250 projectos no Brasil no período de 2003 a 2017 com valores totais de 123,9 mil milhões.

O número de projectos confirmados ascendeu a 93 com um investimento conjunto de 53,5 mil milhões de dólares. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH