Governo de Cabo Verde alarga isenção de vistos para atrair investimentos

26 January 2018

O governo de Cabo Verde vai alargar a isenção de vistos aos cidadãos dos Estados Unidos da América, do Canadá e dos países europeus fora do espaço Schenghen, anunciou quinta-feira na Praia o ministro dos Negócios Estrangeiras e das Comunidades, Luís Filipe Tavares.

“São oportunidades importantes para o país, pois queremos mais investimentos e mais empregos”, acrescentou o ministro, no final da XX Reunião do Grupo Local de Seguimento da Parceria Especial Cabo Verde – União Europeia (UE).

Sobre a isenção de vistos para cidadãos da União Europeia e do Reino Unido, prevista para entrar em vigor em Janeiro mas adiada para Maio, Luís Filipe Tavares adiantou que o novo calendário foi motivado por “um conjunto de preocupações de natureza técnica.”

Relativamente ao encontro realizado quinta-feira, Luís Filipe Tavares disse que o balanço é extremamente positivo e adiantou que a análise se centrou nos três novos pilares da parceria aprovados no ano passado: investimento, crescimento e emprego, gestão dos oceanos e reformas institucionais da administração pública.

A Parceria Especial entre Cabo Verde e a União Europeia, única do género no continente africano, foi aprovada em Novembro de 2007, institucionalizando um diálogo político regular entre as partes, que começou com a tradicional ajuda pública ao desenvolvimento, logo após a independência do país, em 1975.

O parlamento de Cabo Verde aprovou já esta semana, na generalidade e por maioria, a proposta de lei que atribui autorização de residência permanente aos cidadãos estrangeiros que comprem uma segunda habitação no arquipélago. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH