Macau encerra 2017 com uma taxa de desemprego de 2,0%

29 January 2018

A taxa de desemprego em Macau foi de 2,0% em 2017, um acréscimo de 0,1 pontos percentuais face à registada em 2016, tendo-se a taxa de desemprego dos residentes sido de 2,7%, igual à contabilizada no ano transacto, informaram os Serviços de Estatística e Censos.

A mediana do rendimento mensal do emprego da população empregada situou-se em 15 mil patacas (1937 dólares), tendo-se mantido ao mesmo nível do ano 2016 e a dos residentes empregados fixou-se em 19 mil patacas (2375 dólares), tendo crescido mil patacas face ao ano de 2016.

O número médio de empregados por agregado familiar atingiu 1,7 pessoas em 2017, ou seja, foi idêntica à do ano 2016 e a mediana do rendimento mensal do emprego dos agregados situou-se em 28 400 patacas (3550 dólares), mais 400 patacas do que no ano de 2016.

A taxa de desemprego entre Outubro e Dezembro de 2017 foi de 1,9%, sem alteração relativamente ao período de três meses terminados em Novembro, tendo-se a taxa de sub-emprego fixado em 0,3%, uma redução de 0,1 pontos percentuais.

Os Serviços de Estatística e Censos informaram ainda que no período em análise a população activa totalizou 383 mil indivíduos e a taxa de actividade foi de 69,9%.

A população empregada fixou-se em 375,9 mil pessoas e que o número de residentes empregados se situou em 276,4 mil indivíduos, ou seja, menos 1600 e 2100 pessoas, respectivamente, em comparação com o período anterior.

A população desempregada era composta por 7100 indivíduos, menos 300 pessoas, face ao período transacto, representando o número de desempregados à procura do primeiro emprego 12,6% do total da população desempregada, tendo diminuído 2,2 pontos percentuais. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH